Tudo que você precisa saber sobre o curso de Segurança Pública

Em um país que sofre muito os efeitos da violência e criminalidade, existe uma demanda urgente por profissionais que sejam capazes de propor soluções para esses problemas. Esse profissional é o bacharel ou tecnólogo em Segurança Pública.

No curso de Segurança Pública, ele aprende a elaborar, coordenar e implementar programas e políticas que visem a redução da violência e a mediação de conflitos. Tem interesse em atuar na área? Então conheça mais sobre o curso abaixo:

Como é o curso de Segurança Pública?

Como é o curso de Segurança Pública?

O curso de Segurança Pública é oferecido em bacharelado ou tecnológo, podendo durar entre 2 e 4 anos. O estudante conhece a fundo as necessidades do país ligadas ao combate à criminalidade e violência e aprende não só a mediar conflitos relacionados ao tema, como também integra equipes que pensam formas de intervir e evitar que situações violentas e atividades criminosas aconteçam.

Quais as matérias cursadas?

Quais as matérias cursadas?

As disciplinas estão divididas entre as de formação de humanas, como sociologia, e filosofia, e as específicas, como criminologia, direito penal, mediação de conflitos e processo penal.

Durante a graduação, o estudante costuma analisar casos, realizar levantamento de dados e avaliar os programas e ações de segurança em andamento pelo país.

Geralmente também é possível incrementar o currículo acadêmico com disciplinas optativas, como Gestão Municipal de Segurança Pública e Prevenção de Desastres.

O curso é para quem?

O curso é para quem?

O curso de Segurança Pública é voltado principalmente para a atuação em agências e órgãos governamentais, mas também para quem tem interesse em atuar como consultor de empresas privadas e estatais e como segurança privado.

Onde trabalhar depois de formado?

Onde trabalhar depois de formado?

O estudante formado em Segurança Pública pode trabalhar em diversos órgãos públicos de segurança na prevenção e repressão ao crime para idealizar e implementar ações de segurança federal, estadual ou municipal, tais como: Polícia (Militar, Civil, Rodoviária, Federal), Secretaria de Segurança, Ministérios, Penitenciárias, dentre outras.

Esse profissional também pode trabalhar no planejamento e coordenação de ação de segurança preventiva para eventos de grande porte e elaborar políticas públicas voltadas à área de segurança.

Além disso, pode prestar consultoria para empresas privadas e estatais na área de segurança pública e também pode atuar na segurança privada, cuidando da segurança pessoal, de residências e de imóveis privados.

Ficou interessado em conhecer mais sobre o curso? Confira o curso de Tecnologia em Segurança Pública da Universidade Católica de Brasília e desvende mais desse universo com o nosso e-book sobre o assunto!

 

Tópicos: Segurança Pública

Católica EAD

Escrito por Alessandra Melo

Posts Recentes