É inegável que o avanço da tecnologia vem transformando muitos hábitos, com reflexos sobre os mais diferentes ramos de atividades. Da indústria à educação, a utilização dos novos recursos proporciona inúmeras possibilidades.

Um exemplo prático de que este é um caminho irreversível, é a expansão da Educação a Distância. Um levantamento da consultoria Educa Insights prevê que em oito anos, o número de matrículas nessa modalidade será superior ao registrado pelo ensino presencial, respondendo por 51% do total em 2026.

Essa nova realidade traz outros desdobramentos: as mudanças na maneira de ensinar, exigem novas habilidades dos profissionais que se dedicam à Docência Virtual e Presencial no Ensino Superior.

 

educação ead

O que pode fazer um profissional que trabalha com EaD?

Além dos professores, responsáveis por elaborar os conteúdos e material didático, outra figura muito importante para a dinâmica da Educação a Distância, é o tutor online.

Em poucas palavras, a missão deste profissional é orientar o aluno de um curso EAD, motivando-o a se comprometer com os estudos. Uma de suas principais funções é tirar dúvidas e estimular discussões, a partir dos assuntos abordados nas aulas.

Trata-se de alguém reconhecido por sua versatilidade. Além de conhecer os conteúdos e recursos tecnológicos, ele deve se destacar também por suas habilidades de relacionamento interpessoal, a fim de estabelecer vínculos com os aprendizes, valendo-se de todas as ferramentas interativas possíveis.

Que requisitos um profissional precisa ter para trabalhar com EaD?

Para estar apto a assumir uma das oportunidades abertas pelo setor de EaD, é recomendável que o profissional tenha uma especialização em Docência no Ensino Superior no currículo.

Na Universidade Católica de Brasília, esta é uma pós-graduação EaD. No curso de pós-graduação em Docência Virtual e Presencial no Ensino Superior da Católica EAD é dada ênfase ao impacto das inovações tecnológicas sobre o processo de ensino-aprendizagem. O especialista também é capacitado a incentivar os alunos a adotarem uma postura crítica e questionadora.

Embora o público-alvo seja composto essencialmente por professores, profissionais de outras áreas também podem buscar essa especialização. O único requisito, nesse caso, é ter conhecimento sobre práticas pedagógicas, como a dinâmica de preparação de aulas.

Por que se especializar em EaD?

São várias as motivações para um profissional da educação começar a trabalhar com a modalidade a distância: a primeira, como sugere o título deste post, é a empregabilidade.

Apesar do crescente aumento da oferta de cursos nessa área, o contingente de profissionais preparados para atuar como tutor ou conteudista ainda é insuficiente. Com isso, o especialista terá acesso a muitas oportunidades de trabalho.

Por fim, ainda que o profissional continue lecionando no ensino presencial, ele terá um diferencial sobre os colegas da área, dominando a dinâmica de funcionamento dos recursos tecnológicos cada vez mais presentes na sala de aula convencional.

Entendeu porque uma especialização em docência no Ensino Superior pode lhe abrir muitas portas? Acesse o nosso site para conhecer a grade curricular deste curso!

Clique aqui e baixe o seu e-book!

Leia também: Como fazer faculdade EAD pode facilitar sua vida

Tópicos: Ensino a distância

Católica EAD

Escrito por Alessandra Melo

Posts Recentes