Conheça os salários na área de desenvolvimento de sistemas

O mercado de trabalho para o profissional graduado em análise e desenvolvimento de sistemas está aquecido e os salários são bem interessantes. Entenda como funciona a área e conheça os salários desses profissionais.

O que faz um analista e desenvolvedor de sistemas

Na prática, o analista de sistemas pode ter diversas funções. Isso porque esse profissional atua em todo o ciclo de desenvolvimento da ideia. Ele pode estar presente desde o contato com o cliente, captando a necessidade da empresa, até a manutenção dos softwares já ativos.

Seu trabalho está em entender um problema, como uma necessidade de melhor organizar o estoque, decidir qual linguagem de programação é melhor para um produto, desenvolver e testar o novo software e, após a implementação, ficar atento a possíveis falhas que precisem de correção. 

O mercado de trabalho

O mercado de trabalho é um dos mais amplos do Brasil. Atualmente,  qualquer empresa que possua algum processo automatizado precisa de especialistas em análise e desenvolvimento de sistemas. Este é um dos motivos pelos quais os alunos dos cursos superiores desta área não têm dificuldade em encontrar um estágio, a partir do segundo semestre.

De acordo com o catálogo de cursos superiores de tecnologia do Ministério da Educação, o campo de atuação deste profissional inclui empresas de tecnologia, ONGs, instituições de ensino, órgãos públicos, institutos de pesquisa, empresas de planejamento, desenvolvimento de projetos e consultorias.

O salário da área

Não existe uma base salarial nacional para o analista e desenvolvedor de sistemas. A remuneração depende de acordos coletivos entre os representantes das empresas e os sindicatos da categoria. Em 2019, o reajuste médio dos salários desses profissionais foi de 3,10%. 

Segundo o sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, está no Distrito Federal e Espírito Santo a média salarial mais elevada (R$ 5.942,93), seguidos por São Paulo (R$ 5.686,96) e Rio de Janeiro (R$ 5.678,33).

Perfil do profissional

Para ter sucesso na área, o profissional precisa gostar de matemática, ter raciocínio lógico e rápido, dominar o português e se interessar pelo inglês, se preocupar com a qualidade de seus produtos e gostar de trabalhar em equipe. 

Além disso, uma boa formação o ajuda a abrir portas no mercado de trabalho. Procure boas universidades, como a Católica EAD, para obter os melhores conhecimentos na área.

Ficou com alguma dúvida sobre análise e desenvolvimento de sistemas? Fale com um de nossos consultores!

Tópicos: Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Católica EAD

Escrito por Alessandra Melo

Posts Recentes